Posts com Tag ‘Reiner Knizia’

LADRÕES & ZERGS – A BUSCA PELO TEMA PERDIDO

Este é um jogo do Reiner Knizia. O que isso significa? Ora, usualmente significa uma mecânica apurada e tema colado em cima com cascolar, então não sacuda muito senão desgruda.

(Cortesia do Tiagoaob)

E isto se aplica aqui? Sim, não há como circunavegar isso. Poderiam ser um bando de ladrões que cercam pessoas na rua e aquele que tem mais ladrões leva o roubo – assim, quem tiver a maioria de colares, relógios e carteiras, disputa a vitória. Ou são soldados no espaço sideral combatendo alienígenas, e aqueles que cercarem os oponentes com as maiores forças os vencem – dessa forma, quem destruir mais dos zergs, dos protoss ou dos aliens disputa a vitória. E assim em diante. Claro, talvez os mesmos fossem um pouco mais difíceis de vender, e mesmo quebrassem alguns direitos autorais, mas de qualquer maneira funcionaria sem mudar basicamente uma vírgula da mecânica.
(mais…)

Anúncios

Ah, um jogo desenvolvido pelo Knizia, em que exploradores se esforçam para conseguir patrocínios para sua equipes que, com apoio ou sem, partem em busca das mais famosas cidades perdidas – Shangri-la, Atlântida, o Templo Inca, etc -, enfrentando doenças, nativos, perigos naturais e, quem sabe, até sobrenaturais! Afinal, o prêmio para quem encontrá-las é a fama que perdurará por séculos!…

… Hã, ok. Nem tanto. Lembra do início? É do Knizia. Mas não deixe isso interferir com sua imaginação!

Então vamos ao jogo.

O JOGO

(mais…)

Olá!

Aviso que as impressões abaixo, como dito, são as primeiras, com base em quatro partidas, todas em 4 pessoas.

O Game of Thrones: Westeros Intrigue é o cúmulo da simplicidade de regras e da total e absoluta ausência de ligação entre mecânica e tema – até eu, mais acostumado ao jeito Knizia de ser, fiquei surpreso por quão abstrato este jogo é. (mais…)

“Três no Titan.”

“Mesmo? Ouvi dizer que ele está cansado da batalha anterior. Muito esforço para superar o Wyrm, sabe?”

“Ah, sim. Foi uma bela luta aquela.”

“Acredito que o Magus é a aposta mais segura.”

“No Magus?”

“Sim. Ouvi dizer que ele tem uma carta na manga, sabe?”

“Ah.”

COLOSSAL ARENA – O JOGO

(Cortesia de Rob Robinson)

Em Colossal Arena, os jogadores assumem os papéis de apostadores/apoiadores que lutam na dita arena. A dinâmica do jogo é simples, ainda que o jogo em si não seja. (mais…)

Ra – resenha

Publicado: 10 de setembro de 2014 por Tiago Perretto em Resenha
Tags:, , ,

De pé, na margem úmida onde os caniços e os juncos dançavam à música do vento, era possível observar que o rio fluída no ritmo do povo que ele mantinha: corria rápido e amplo, fluindo para além de de seus limites, expandindo-se para cobrir a terra e trazer vida nova à onde antes havia os espaços incultos, rachados e de pouco uso.

O Nilo era o espelho e o sangue do povo egípcio, que estendia sua influência e poderio às regiões do mundo, alcançando os mares.

O rio crescia e também o fazia o império, sob a graça do Faraó, sob a proteção do Deus Sol.

 

RA – O JOGO

(Imagem por cnidius)

 

Em Ra, os participantes envolvem-se em uma série de leilões buscando acumular conjuntos de peças que permitam a eles marcar pontos quando as épocas terminam.
(mais…)